Tom of Finland

Tom of Finland (1) Libre d’Etat Orange lançou recentemente a sua nova colônia orientada a adultos Tom of Finland – ” o odor dos homens não perturbam” – e, para o lançamento da nova fragrância contou com marketing de guerrilha .
Parisienses podem agora usufruir das imagens de Tom of Finland colocadas em pontos estratégicos ou devemos dizer sugestivos lugares ao redor da cidade.
Antoine Lie descreve a fragrância como sendo assim ” cheiro de um homem saindo de um chuveiro. Ele está limpo, mas não perfumado. Ele põe calças de couro.” Existe também um aspecto ao ar livre para o aroma e os temas de ‘metal, couro, sensualidade, beleza e radiância “inspirada nos desenhos de Tom Finland. O perfume é sugerido para usuários com o perfil do esboço da embalagem exterior.
Aqui vão algumas fotos da campanha publicitária.Tom of Finland
Tom of Finland (10)
Tom of Finland (11)
Tom of Finland (12)
Tom of Finland (13)
Um pouco sobre Tom
Tom of Finland (8 de Maio de 19207 de Novembro de 1991) foi um artista finlandês conhecido pelo seu trabalho de caráter homoerótico.
Tom of Finland (15) O nome real de Tom of Finland é Touko Laaksonen, porque ele nasceu no dia oito de Maio de 1920, na costa sul da Finlândia, e Maio, em finlandês, chama-se Toukokuu. Sua pátria se tornou independente apenas três anos após o nascimento de Touko e algumas cidades do país continuavam rústicas e selvagens. Os homens que trabalhavam nos campos e florestas, os fazendeiros e lenhadores, eram homens que carregavam a aspereza e a selvageria do campo. Touko nasceu entre esses homens, mas não era parte deles. Seus pais eram professores de escola e educaram Touko numa atmosfera de arte, literatura e música. Obviamente com talento, aos cinco anos o menino tocava piano e desenhava tiras em quadrinhos. Ele amava a arte, a literatura e a música, mas amava ainda mais aqueles homens rudes.
Tom of Finland (9) Também aos cinco anos Touko começou a espionar, na vizinhança, um garoto musculoso que trabalhava numa fazenda cujo nome, Urho, significa herói. Urho foi o primeiro de uma série de heróis que tiveram a atenção de Tom enquanto ele memorizava cada flexão dos seus músculos torneados, cada reentrância sensual dos seus lábios. Em 1939 Touko foi para a escola de arte em Helsinki, para estudar propaganda. Sua fascinação se expandiu ao incluir os tipos sensuais da cidade, encontrados no porto cosmopolita: trabalhadores das construções, marinheiros, policiais…. Mas ele nunca se atreveu a fazer nenhuma proposta a elesTom of Finland (7) . Sua vida começou a mudar quando Stálin invadiu a Finlândia e Tom, usando um uniforme de tenente, encontrou o paraíso nos blackouts da Segunda Guerra Mundial. Nas ruas escuras da cidade ele começou a fazer sexo da maneira que havia sonhado: com homens uniformizados cuja luxúria ele veio desenhar mais tarde, especialmente soldados alemães, que chegavam com suas jaquetas e botas irresistíveis. Depois da guerra, Touko voltou a estudar arte e a ter aulas de piano no afamado Instituto Sibelius. Mas a paz veio colocar um fim no sexo do “blackout” e os uniformes se tornaram raros   novamente. Então, Touko voltou à sua prática de adolescente, trancando-se nu em seu quarto, masturbando-se e desenhando no papel aqueles que ele gostaria de encontrar nas ruas. Durante o dia ele trabalhava como freelancer com desenho para propaganda e moda. À noite ele tocava piano em festas e cafés, Tom of Finland (6)tornando-se assim um membro popular da boemia do pós-guerra de Helsinki. Ele evitava freqüentar a cena gay que despontava na cidade porque aquilo que eles chamavam de bares artísticos era dominado pela homossexualidade extravagante, típico daquela época. Enquanto isso, ele viajava freqüentemente, tornando-se conhecido nos locais gays de cada grande cidade.
Em 1953 ele conheceu Veli, com quem viveria os próximos 28 anos, numa esquina a  alguns quarteirões da sua casa. No final de 1956 Touko mandou seus desenhos secretos para uma popular revista americana de homens musculosos, tendo o cuidado de usar o pseudônimo Tom. O editor amou e a capa da edição de Tom of Finland (6)primavera de 1957 trazia um lenhador sorrindo, desenhado por “Tom of Finland”. Foi uma sensação. Touko se tornou Tom e o resto é história. A demanda pelo que Tom chamava de “desenhos sujos” cresceu rapidamente, mas nem a arte erótica ou a arte homossexual era bem paga nos anos 50. Ele parou de tocar piano para se dedicar à sua arte e só a   partir de 1973 conseguiu ganhar dinheiro com seus desenhos e largar o trabalho em propaganda. Uma vez que pôde dedicar seu tempo integral aos desenhos eróticos, Tom combinou detalhes foto-realísticos com suas fantasias sexuais mais selvagens, a fim de produzir um trabalho cheio de homoerotismo, provavelmente nunca antes mostrado. A representação de detalhes, Tom of Finland (5)como as botas e as roupas em couro que Tom fez, são excitantes pela sua perfeição. O brilho que esses objetos de fetiche transmitem via papel, desenhados com um simples lápis preto, aguça a fantasia dos observadores, impressionados com a força de seus desenhos.
   1973 foi, também, o ano da sua primeira exibição de arte em Hamburgo, na Alemanha, mas essa experiência foi muito negativa (só um de seus trabalhos não foi roubado); somente em 1978 ele concordou em participar de outra exposição, em Los Angeles. Era a primeira vez que viajava para a América. Nos próximos anos, houve uma série de exibições em Los Angeles, San Francisco e Nova York. As viagens para os EUA transformaram o tímido artista de Helsinki  numa celebridade gay internacional, com amigos como Etienne e Robert Mapplethorpe. O grande salto na sua carreira deu-se quando o canadense-americano, Durk Dehner, se tornou seu empresário. Em 1981 o amante de Tom, Veli, morreu de câncer na garganta, ao mesmo tempo em que a Tom of Finland (3)epidemia de Aids se espalhava por várias cidades. Tom começou a ter mais amigos queridos na América e passava seis meses em Los Angeles, com Durk Dehner, e seis meses em Helsinki. Depois de ter diagnosticado um enfisema em 1978, Tom foi forçado a diminuir as suas viagens, mas continuou a desenhar. Quando a doença e a medicação deixaram sua mão trêmula para executar o detalhado trabalho pelo qual se tornou famoso, Tom voltou à técnica que gostava na infância, usando lápis pastel para executar uma série de nus muito coloridos, até morrer em 7 de novembro de 1991. O trabalho de Tom tem sidoTom of Finland (4) considerado muito mais que “desenhos sujos” e tem sido um crédito importante na mudança da auto-imagem do mundo gay. Quando o primeiro trabalho de Tom foi publicado, os homossexuais eram vistos como imitações das mulheres e passavam suas vidas se escondendo nas sombras.
  Vários anos depois, os gays são muito mais do que corpos queimados ao sol em botas de couro personificando masculinidade. A influência de Tom nessa direção não foi acidental. Desde o começo sua consciência tornou seu trabalho positivo, mostrando uma imagem altamente máscula na fantasia homossexual. Também foi responsável pela divulgação do fetiche pelo couro, traduzido nos uniformes dos soldados e Tom of Finland (2)motoqueiros de suas ilustrações. Vemos, em vários de seus trabalhos, homens másculos enormes ajoelhados lambendo botas em couro maravilhosamente lustradas e, por vezes, sendo açoitados com cintas e ou chibatas em suas bundas torneadas. Os rostos perfeitos, com bigodes, bocas e olhares sedutores, nos mostram que esses homens felizes gostam de seus corpos e de fazerem o que fazem, serem homens rústicos, bonitos e muito cruéis. Quando perguntado se não ficava envergonhado ao desenhar homens fazendo sexo, Tom discordava enfaticamente, afirmando: “Eu trabalhei arduamente para ter certeza de que os homens que eu desenho têm orgulho pelo sexo que praticam e estão felizes por fazê-lo!”. Para Tom, vergonha seria reprimir suas fantasias.
fonte : Wikipédia

19 comentários sobre “Tom of Finland

  1. Kano é genial, mas complicado pra carai!!!O público que frequenta lá é só pra almoço, eu tô querendo por fogo é de noite (he he he esfregando as minhas mãozinhas kkkk)To aceitando Brainstorm pq minha cabeça já virou um soliário rsrsrsr Vai explodir!!!!!!Q negócio é esse de perfume que: "cheiro de um homem saindo de um chuveiro. Ele está limpo, mas não perfumado" (APAIXONEI!!!! ODEIO PERFUME!!!)Beijos nos 2

  2. Mariposo… teci um comentário sobre sua postagem do Seriado Dante's cove, na realidade, eu questionei sobre a nova temporada e se relmente vi o último episódio da 3ª. Por favor dâ uma olhadinha no seu antigo blog e se puder me responder eu agradeço. Novamente digo, seu blog tem muito bom senso. Faz jus a nossa classe tão exigente e sempre dispostos a admirar o bom senso.Não tenho blog, ainda.. um dia quem sabe.. sempre digo isso..e já se passaram 10 anos e nada de pôr em prática…rs.rs. Super beijo, espero contato.. e qdo estiver na administração do restaurante, avise, make a post! Estou no ABC também. abraços da Juju

  3. Eu estudei publicidade alguns semestres e ainda não conhecia estre trabalho ou melhor não conhecia o Tom….muito bacana, gosto desse ineditismo a que ele deu á obra…a descrição do odor do perfume não me atraiu…hj tô usando Black XS…no mais parabéns pelo post muito bom e cheio de cultura! em tempo,um tipo de mobiliário publicitário urbano destes por aqui jamais seria aceito…como somos hi hi hi hipócritas!abração!

  4. Passageiro acho muito difícil uma propaganda desse estilo aqui nesse quinto mundo … Sara esse lance de perfume ser para homens ou mulheres é muito relativo tem que ver a reação com a pele …Lua esse resposta está tão atrasada que vc já foi até demitida …kkkkkSara … realmente um frio fdp …mas ótimo para ficar juntinho :)Juliana já vou la ver 🙂 quanto ao rest. no ABC pode esquecer não será no ABC …. mas você vai gostar 🙂 bjsMarcelo , realmente a publicidade lá fora ferve … de novas e geniais ideias .. aqui a hipocrisia manda .. Mas a sociedade tem o que merece :)Bjs a todos

  5. Oi Mariposo, tudo bem?Menino, adorei os desenhos, perfeitos né? E super sugestivos, kkkkkkEu tô bem sim, rs.Então, claro que com o passar do tempo, aprendemos a nos valorizar mais, a esperarmos sempre mais de nós mesmos, mas algumas pessoas não conseguem e acabam projetando todas as suas expectativas em outras pessoas.Bjo menino

Obrigado volte sempre :)

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s